Como dar um pontapé inicial no seu negocio mesmo com orçamento baixo

Como dar um pontapé inicial no seu negocio mesmo com orçamento baixo?

Como dar um pontapé inicial no seu negocio mesmo com orçamento baixo?

Veja dicas para 7 áreas que, segundo o Sebrae, requerem um pequeno investimento para começar.

Empresas que começaram em uma garagem e cresceram e se tornaram gigantes chamam a atenção. Amazon, de propriedade de Jeff Bezos, começou como uma pequena livraria de segunda mão, ainda sob o nome “Cadabra”, e cresceu até se tornar uma das marcas mais valiosas do mundo.

Por outro lado, começar um negócio do zero com pouco dinheiro, especialmente nesse período Covid-19, é uma realidade muito diferente.

Bezos realmente recebeu um empréstimo de seus pais para iniciar a empresa, mas ele também levantou fundos de investidores desde o início. Segundo Barki, além do dinheiro, deve-se enxergar também a oportunidade.

Desde o surgimento do vírus corona no país, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em São Paulo tem relatado um interesse crescente entre os brasileiros em iniciar novos negócios.

De acordo com a organização, os serviços oferecidos aos empresários triplicaram durante a pandemia. De acordo com o IBGE, o desemprego atingiu um recorde em 2020 devido à crise econômica e de saúde, e o número de trabalhadores que se tornaram autônomos também aumentou.

Pensando nisso, reunimos informações sobre os postos-chaves para iniciar um negócio a partir do zero, de acordo com especialistas da indústria que buscam estratégias para iniciar um negócio com pouco dinheiro.

Áreas de baixo custo inicial

Ao definir uma direção comercial, é importante perguntar qual é o “problema” atual do consumidor. Isto significa encontrar soluções para os problemas que as pessoas precisam neste momento.

Devido ao isolamento social e a passar mais tempo em casa, o usuário desenvolveu novos hábitos, por exemplo, trabalhar em casa (Home Office) e ter que usar máscaras. O empresário deve considerar desenvolver um serviço para esta nova realidade em que vivemos.

Dicas para 6 áreas que, de acordo com o Sebrae, precisam de baixo orçamento para começar:

  1. Artesanato: produtos simples como artigos decorativos, roupas confortáveis, pantufas, fragrâncias e máscaras.
  2. Alimentos e confeitaria sob encomenda: Kits de café da manhã, kits prontos para uso e kits para grupos especiais, por exemplo, alimentos sem glúten.
  3. Comércio eletrônico de nicho especifico: vender algo online que você gosta e entende, por exemplo, plantas, vinho, etc.
  4. Aulas e cursos on-line: aconselhamento, tutoria, treinamento, ioga, etc.
  5. Mercado infantil: brinquedos, jogos, área de recreação interior, etc.
  6. Reparos domésticos: reparos básicos, pintores, pedreiros, encanadores, etc.

Procure sempre ganhar experiência (e parceiros)

Um exercício sugerido é pegar duas folhas de papel em branco. Em uma delas, escreva algo em que você possua talento, ou domine o assunto.

No outro pedaço de papel deve constar uma lista de amigos. Você pode recorrer a todas essas pessoas para ajudá-lo sem hesitar. Uma vez estabelecida esta rede, você precisa divulgar seus negócios e contar com o apoio de pessoas que possam se tornar futuros parceiros comerciais.

Outra dica importante é buscar conhecimento nos cursos de empreendedorismo. O Sebrae tem até mesmo uma lista de cursos gratuitos que você pode fazer on-line, inclusive através do WhatsApp.

O curso mais popular é chamado “Seu negócio digital em 5 dias”.

Edgard Barkey, professor da FGV, acredita que a pedra angular do empreendedorismo é a “venda consistente”, não do produto, mas da ideia por trás de seu negócio.

“Quando você não tem nada de dinheiro, mas você tem uma ideia. Você deve convencer as pessoas de que é uma boa ideia”, diz ele. Isto é importante para atrair potenciais parceiros para o negócio.

Estrutura enxuta

Não seja um megalomaníaco ao iniciar um negócio, é importante dar um passo de cada vez. É por isso que é importante manter uma estrutura enxuta e evitar custos desnecessários.

Aqui estão algumas dicas sobre como gastar um pouco de dinheiro em seu negócio:

  • Comece por conta própria sem funcionários (é importante consolidar a empresa para que você possa começar a contratar trabalhadores).
  • Use sua casa como um local de trabalho.
  • Use meios digitais gratuitos para entrar em contato com o cliente (WhatsApp e redes sociais).

Se você deseja formalizar seu negócio, o melhor a fazer é tornar-se um microempreendedor individual (Mei).

“A luz dos negócios está em testar. Se você não tem dinheiro, comece pequeno”.

Faça o planejamento

Os iniciantes podem não achar fácil elaborar um plano muito detalhado para administrar um negócio, especialmente se tiverem pouco dinheiro, mas é importante que as empresas tenham um plano como base.

O Sebrae aponta para a elaboração do que é conhecido como um plano de negócios, que é um documento com referências ao negócio para que os riscos possam ser medidos, alternativas avaliadas e decisões erradas evitadas.

Vender antes para comprar depois

A estratégia descrita acima é construir uma base de clientes e talvez até receber pedidos antes de comprar ou fabricar o produto final. Desta forma, quando você fizer um pedido com um fornecedor ou iniciar a produção, você já terá vendido um lote.

Isto é possível se você souber planejar. É recomendado começar pequeno e conhecer bem o fornecedor, para que não haja atrasos na entrega e o cliente não acabe em um beco sem saída.

Comece a trabalhar em um ambiente digital

Como mencionado acima, os meios digitais são uma vantagem para os iniciantes. Por exemplo, se você quiser fazer bolos, não precisa ter uma loja e pagar aluguel. Você pode fazer bolos em casa e vendê-los na Internet.

O novo sistema de pagamento e transferência desenvolvido pelo Banco do Brasil é gratuito. Ela está disponível a qualquer momento, 7 dias por semana.

Vale a pena solicitar um empréstimo?

Como dar um pontapé inicial no seu negocio mesmo com orçamento baixo

Foto de Karolina Grabowska no Pexels

Nem todos podem contar com a ajuda que Bezos recebeu para montar seu negócio, mas aqueles que não têm o dinheiro podem solicitar um empréstimo comercial. Se você conseguir levantar o dinheiro, os especialistas recomendam que você preste atenção ao seu planejamento.

Você tem que ter muito cuidado porque não se trata apenas do empréstimo inicial, trata-se de sustentar o negócio por muitos meses e conseguir rentabilidade.

Notícias

Deixe um comentário